29/09/2015

Resenha: A Garota no Trem

Oi, galera! Como prometido vai ter post essa semana todos os dias para compensar os dias que o blog ficou parado por conta da minha ida ao Rock in Rio (inclusive, vocês podem ler meu relato da viagem aqui). É coisa de gente com toc e manias, tem que estar tudo perfeitinho, sabe? rs

Pois bem, dia desses passeando pelo blog Entre Parenteses (antigo Endless Poem) eu vi um post que citava sobre o Clubinho, que nada mais é que um clube de leitura no Facebook. Fui conhecer o grupo e logo já me interessei em participar e, claro, tentar ser ativa no clube. Mensalmente um livro é escolhido para ser lido e comentado por lá - e quem tiver blog faz uma resenha. Então aqui vai minhas impressões sobre o livro do mês de Setembro.


Título: A Garota no Trem
Autor: Paula Hawkins
Editora: Record
Páginas: 378
Saiba mais no Skoob
Onde comprar: Buscapé
Sinopse: Um thriller psicológico que vai mudar para sempre a maneira como você observa a vida das pessoas ao seu redor. Todas as manhãs Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas d’água, pontes e aconchegantes casas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Janson –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.

Eu já estava interessada em ler este livro após algumas resenhas que li em alguns blogs - que por sinal, comentavam até que bem sobre ele. Minhas expectativas ficaram lá no alto então posso dizer que comecei a leitura bem animada para saber mais. Comecei o livro gostando bastante e ficando ansiosa por mais e mais, principalmente após o desaparecimento de MeganJess, mas infelizmente (na minha opinião) foi à partir daí que o livro começou a ficar mais chatinho. 

Apesar de o livro ser narrado por três mulheres (Rachel, Megan e Anna) fica bastante claro que Rachel é a narradora principal (até porque a maioria dos capítulos são narrados por ela) e infelizmente é uma das piores personagens que eu já conheci na minha vida. Ela é uma mulher amargurada pelo abandono do marido, alcoólatra e acomodada da vida. O tipo de pessoa que só sabe reclamar e se não tá reclamando tá bebendo e consequentemente fazendo umas belas de umas merdas. Mesmo após dois anos de divórcio ela ainda corre atrás do ex-marido, faz escândalos em frente sua casa, fala o que não deve e por aí vai. Em nenhum momento da leitura eu fiquei com pena dela ou consegui compreende-la, por mais que algumas coisas realmente tenham sido difíceis para a moça. Sinceramente eu não vi nenhum amadurecimento da personagem ao longo do livro e muito menos no final. Rachel tem a vida tão deprimente que fantasia com a vida alheia, neste caso com a vida de Megan a mulher que todos os dias ela observa pelo trem (e que antes de saber seu verdadeiro nome a chamava por Jess). Observada diariamente da janela do trem Megan aparenta ter uma vida feliz, com um marido carinhoso. Mas o que Rachel sabe? Quando olhamos as pessoas da janela do trem ou do ônibus realmente podemos fantasiar que aquela pessoa é feliz mas o que sabemos? Pois é: Nada. A vida de Megan não era todos mar de rosas e aos poucos com sua narração (que acontece em um período anterior ao desaparecimento) vamos sabendo um pouco mais sobre a personalidade do seu marido e a dela, que acaba não sendo tão agradável. Não da para fazer uma comparação entre Rachel e Megan e isso nem é algo interessante a ser feito. Ambas são completamente diferentes mas ao mesmo tempo odiáveis. É estranho colocar assim, eu sei... Mas não sei que palavra melhor usar. Não consegui ver nenhuma qualidade nelas. Falando assim das outras duas até parece que eu vou chegar falando bem de Anna, a atual esposa de Tom (ex-marido de Rachel). Das três Anna é a que menos tem voz na história e achei ótimo assim. A mulher consegue ser paranoica com tudo e sendo irritante todas as vezes que "abre a boca" para falar.

Perdi o controle sobre tudo, até sobre os lugares dentro da minha cabeça. 

Já deu para perceber que eu odiei todos os personagens deste livro, né? Então porque eu continuei a leitura? Bom, primeiro porque eu não gosto de abandonar um livro e segundo porque apesar de ler todas as páginas querendo jogar meu tablet pela janela (li em e-book) eu fiquei MUITO curiosa para saber o que houve com Megan e mesmo que eu pegasse um spoiler no tópico de discussão do Clubinho não seria a mesma coisa. Apesar dos pesares foi interessante adivinhar o que aconteceu com a moça de acordo com a narração das três - principalmente Rachel. Ao longo do livro várias pistas são deixadas para o leitor e vai ficando cada vez mais fácil saber o que aconteceu e mesmo que não tenha nenhuma grande surpresa no final ele acabou sendo bem okay.

Vi que algumas pessoas comentaram que se decepcionaram, principalmente, com o final mas no meu caso o final funcionou bem de acordo com as personagens; Outra coisa que acaba decepcionando o leitor é essa citação de Garota Exemplar na capa (que eu achei o livro excelente e acabei me surpreendendo com os acontecimentos)
Ele é o grande vazio na minha vida, no meio da minha alma.  
Se minha mente está me pregando peças, não é mais provável que o sonho é que seja ilusório? 
Acredito que A Garota no Trem pode funcionar muito bem para quem não lê muitos livros do gênero e também procuram uma leitura para passar a tarde. Se vai agradar ou não, aí vai de cada um.

Clique na foto para participar do Clubinho.

14 comentários:

  1. Caramba já ouvi falar tanto desse livro que já estou até me empolgando pra ler! Vai virar até filme e estão cotando o Chris Evans e Jared Leto. Que motivação melhor que essa pra ler?!
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  2. Helloo, Sil!
    Vi que todo mundo estava fazendo muito barulho por causa desse livro, mas assisti uma resenha da Bruna do Book Addict e percebi que esse livro não é meu tipo de leitura. Não gostei da história e nem das personagens só pelo que ouvi. Senti raiva da Rachel mesmo sem ler nada. Gosto das suas resenhas sinceras. Não leria esse livro. Que tipo de pessoa é tão chata a ponto de querer ficar fantasiando a dos outros?! E porque leria sobre a vida dela se nem a própria personagem se suporta e fica pisando na bola?! Achei bem ruim essa parte. Simplesmente não gostei!
    Beijin...
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alana, eu amei seu argumento "E porque leria sobre a vida dela se nem a própria personagem se suporta e fica pisando na bola?!" UHAUHOAUAHI O pior é que é bem assim mesmo.
      Se eu soubesse antes nem teria pegado o livro para ler.

      Excluir
  3. Caramba, que legal, nunca tinha ouvido falar desse livro.
    A estória em si me pareceu com enredo um pouco lento, mas o tema em si, o fato de como faz a gente pensar nos outros, me fez querer ler, para saber o que a personagem faz e vê que ajuda na trama!
    http://ancorandoomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu comentei hoje sobre esse livro, ele está na minha meta de leitura já faz um tempinho rs', tentarei fazer a leitura dele o mais breve possível.

    Beijos ♥
    http://intoxicadosporlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiiii.

    Então o único que li desse gênero r Garota Exemplar. E confesso que não me agrada muito. Agora putzs ler um livro do wu você acaba odianto todos os personagens não dei se consigo chegar ao final, você e guerreira heim. Kkkkkk
    Mas e sso, quando fazemos parte de um clube do livro rola isso, e normal. Parabéns pelo trabalho.

    Beijinhos
    Kah Fernandes
    Www.booksandcarpediem.blogspot.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil, tudo bom? Eu cheguei a pegar esse livro um dia que fui na cultura, a capa me chamou atenção e a sinopse tbm. Agora, lendo sua resenha, talvez eu também odiasse as personagens (tô traumatizada com a linguagem das flores AINDA) e foi bom eu ter adiado a leitura. Contudoooo.... apesar das suas críticas eu fiquei curiosa pra saber o que aconteceu com Megan-Jess porque, como você mesma disse, não dá pra julgar se alguém é feliz ou não olhando pela janela do trem né? Bom, ta anotado e na minha listinha aqui. Parabéns pela resenha, bjos!

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Devo dizer que até o momento só vi comentários negativos sobre esse livro e sinceramente não havia me interessado por ele nem antes de saber as opiniões, e menos ainda depois de ler algumas rs.
    Pela sua descrição, tenho certeza que iria odiar a Rachel e isso iria atrapalhar muito a leitura. Não só ela, mas parece que as 3 personagens são péssimas e quando não dá pra gostar dos personagens, difícil a leitura fluir.
    Não pretendia ler e sua resenha, que está ótima, me desanimou ainda mais pra isso rs.

    Abraços,
    Andresa
    http://leiturasefofuras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olááá!

    Eu Conheci esse livro no #Mochilão da Record <3
    Estava louca para ler e sempre conferi resenhas super positivas para a obra mas não sei se leria no momento ><
    Eu gostei da sua sinceridade. Fiquei um pouco chateada ao ver que suas expectativas não foram supridas. Vi que vai virar filme né?
    Gostei da ideia do clube <3 Eu participo de dois, mas um está bem parado por sinal ><


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil, tudo bem?
    Mas que pena que a protagonista não amadurece :/
    Eu também não gosto de abandonar livros, então te entendo. Agora acredito que não vou gostar do livro, porque, no momento, não quero ler livros que me desanime. Enfim, quem sabe futuramente eu venha a ler, mas por enquanto não.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  10. Eu não leio muitos livros do gênero, e você acertou, funcionou comigo... rs... naõ consegui desvendar a trama como você, o final me surpreendeu. E a maior parte dos personagens é odiável mesmo, mas gostei da Rachel, consegui entendê-la talvez porque já tenha visto casos parecidos acontecerem. Vou lá no face conhecer o clubinho. =)

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá... nossa que chato você não conseguir se conectar com as personagens... assim a história demora a fluir mesmo, mas pelo menos o final foi Okay, como você disse... Eu tenho vontade de ler o livro, mas nada urgente.... porque gostei do título e da capa... li algumas resenhas que me despertaram a curiosidade, mas será uma leitura que será feita se eu tiver a oportunidade mesmo.... xero!!

    ResponderExcluir
  12. Sil, que saco isso hein? É péssimo quando começamos a leitura com altas expectativas e depois odiamos simplesmente tudo! Mas te entendo sobre finalizar um livro mesmo o odiando hahaha é mérito da autora nos prender assim né?
    Gostei dessa ideia do Clubinho e vou lá conhecer. Fazer leituras em grupo é muito divertido.

    Beijos, Andressa
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Conheço bem esse sentimento de estar odiando os personagens e parte da história, mas ir até o final só para saber o que realmente aconteceu. Já perdi as contas de quantos livros ruins eu li só por isso HAHAHA. Eu recebi esse livro em uma ação da editora, mas acabei encostando e não lendo pois achei a premissa bem fraquinha. Também vi os comentário de vários blogueiros, mas nada que me fizesse mudar de ideia e pegasse o livro para ler. É tão triste quando os autores tem uma ideia que tem de tudo para dar certo, mas vão lá e estragam na hora de construir os personagens e desenvolver o enredo. Uma pena que a leitura não tenha sido proveitosa para você.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.