16/09/2015

Resenha: A Rainha Vermelha



Título: A Rainha Vermelha
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 424
Saiba mais no Skoob
Onde comprar: Buscapé
Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.

Como eu adoro distopia não poderia deixar de lado este livro que, nos últimos meses, tem entrado para o coração de tantas blogueiras. Na primeira oportunidade que tive peguei para ler e somente por curiosidade eu não o abandonei ao longo da leitura (acho que levei Agosto inteiro para conclui-la). O negócio é que já nas primeiras páginas é possível sentir que A Rainha Vermelha é mais um livro YA distópico, onde a autora usou de elementos já adorados pelo público para criar o seu próprio universo. Isso me frustrou bastante, mas não vou evitar ficar pontuando as referencias de outras distopias que Victoria usou na obra. 

Um dos maiores pontos positivos, ao meu ver, foi a falta de romance. Não que ele esteja totalmente ausente, porém de modo geral ele não é lá de grande influencia para Mare - a personagem principal que se vê obrigada a ficar no palácio a noivar com Maven (o príncipe mais novo). Em um determinado momento ela até acredita que algumas de suas atitudes serão feitas por amor, mas fica bastante obvio para o leitor que isso é uma ilusão da moça. Mare é uma boa personagem por se diferenciar das protagonistas dos livros do gênero, com uma personalidade marcante e um tanto quanto egoísta, entrando para a luta contra o governo para se vingar. Aliás, egoismo é algo bem característico de todos os personagens da obra. 

Também gostei bastante da ideia dos poderes dos prateados, das casas que eles pertencem e as características de cada uma, mas eu tenho uma grande dificuldade de lembrar desses detalhes e ao longo da leitura conforme eles eram citados eu acaba ficando um pouco perdida o que acabou dificultando ou retardando o entendimento dos poderes e estratégias que a personagem citava. Por falar em poderes e estratégias o livro é recheado de cenas de ação e um pouco de suspense. Sempre que Mare ia para alguma missão a favor da Guarda Escarlate eu ficava com o coração um pouco apertado de medo que as coisas dessem errado; O que é claro não acontecia e no final do livro tudo fica bem explicito aos leitores e nesse caso muitos podem ficar bem decepcionados (eu não fiquei pois já tinha pegado um spoiler por aí, mas tudo bem pois não fez tanta diferença).

Apesar de estar longe de se tornar uma das minhas distopias favoritas (no Skoob eu dei apenas duas estrelas) A Rainha Vermelha é um livro que pode agradar os fãs do gênero. No meu caso, acredito eu, que as expectativas ficaram altas demais e eu deveria ter esperado mais uns meses até começar a ler, já que mesmo utilizando elementos já conhecidos do gênero ele ainda consegue se diferenciar de uma forma unica. Eu vou aguardar sim para ler a sequencia e, quem sabe, com os próximos acontecimentos eu acabe gostando mais. 
Todo mundo trai todo mundo.
Dar esperança quando não  há nenhuma: é a coisa mais cruel que poderia fazer, mas faço pela causa, pelos meus amigos, pela minha vida.
Nas histórias, nos antigos contos de fadas, um herói sempre aparece. Mas todos os meus heróis estão longe ou mortos. Ninguém vai aparecer para mim.  

29 comentários:

  1. Que bacana! Gostei bastante da resenha, ouvi muita coisa sobre o livro. Vou ler.

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Helloo, Sil! Tudo bem?!
    Li esse livro há algum tempo e fiquei decepcionada. Achei que era muitas cópias de elementos de outras obras. Gosto de originalidade, e isso não aconteceu. Achei a Mare bem chatinha e não me impressionei com as reviravoltas do livro. Fiquei bem desanimada e nem sei se vou ler a sequência!! Ótima resenha!
    Beijin
    http://piecesofalanagabriela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii!

    Eu sempre li resenhas super positivas para esse livro, acho que a sua foi "menos amor" para esse livro. Estou com ele aqui e tô muuiito curiosa em relação ao livro. Achei a história mais legal porque o romance é algo "apagado" nela. Gosto assim.
    Gostei da sua sinceridade e espero que você fique mais animada com os proximos livros <3


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ani, quando tiver a chance leia sim. Acho que o problema realmente foi comigo que fui co muita sede ao pote. hahah

      Excluir
  4. Eitan, olha, fiquei em dúvida se leio ou não o livro agora.
    hahahaha.
    Você gostou mas esta superestimando ele por cuasa do burburinho né?
    Odeio me sentir assim... ir ler um livro e depois "ah que merda", pra mim foi assim com "Quem é você Alaska?"

    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tay! É, foi mais ou menos assim que me senti. Não achei o livro ruim e tal mas vi muito falatório para nada.
      Ando evitando ler livros do John Green justamente por causa disso. Mas Alaska é um dos que eu mais tenho curiosidade.

      Excluir
  5. Cara, eu quero muito conferir esse livro, tem dividido muitas opiniões, hahaha.
    Gosto de distopias, e acho interessante qnd vc diz que mistura várias já existentes mas ainda assim consegue ser original... A única coisa que acho que não vou gostar é a "falta" de romance, rs.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil, interessante as suas impressões. Acho que você foi a primeira pessoa que não gostou muito da obra. Pelo que percebi, não é que ela seja ruim, mas que o enredo em si tá muito batido, e tenho visto isso direto nos livros. Mês passado me frustrei demais com isso. A cada livro que eu lia, parecia uma mera repetição do anterior com pequenas inovações. Cadê a criatividade desse povo? Não é à toa que quando encontro um livro super original, fico babando nele. Valeu pela sinceridade. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Infelizmente tá assim ultimamente. E com alguns sucessos é muito mais fácil pegar a "formula" e tentar criar uma nova história. Não é de todo ruim, mas quando aparece algo original acaba chamando muito mais a atenção.
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  7. Oi Sil, tudo bem?

    Nossa, eu ameeeeeei esse livro. Acho que você foi a primeira pessoa que falou que não gostou. Eu fiquei vidrada no livro, não conseguia largar de jeito nenhum! Achei a história muito boa e acabou de um jeito que me fez ficar louca pela continuação. Mas realmente cada um tem a sua opinião.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kel! A resenha do seu blog deve ter sido a primeira que li e que me deixou ansiosa pelo livro, já que geralmente tenho um ponto de vista semelhante ao seu (com base nas suas resenhas e tal). Foi uma pena que este não deu muito certo. Pretendo ler os outros, mas sem muita sede ao pote.

      Beijos.

      Excluir
  8. Oie,
    nossa ouvi muitos comentários divergentes deste livro, mas acho que vou gostar. Curiosa para começar a leitura

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Prima!
    Adorei o seu blog ;)

    Quando puder passa no meu pra visitar ;)

    http://tatybronzatto.blogspot.com.br/

    Bjsss =)

    ResponderExcluir
  10. Olá Sil,
    Esse livro tem gerado diferentes opiniões. Tenho um colega na faculdade que amou o livro, falou que todos deveriam ler, pois é o melhor livro - e isso acontece na blogosfera. Gosto quando vejo uma resenha negativa, porque não me desanima a leitura, apenas me estimula a ir devagar sem nenhuma expectativa.
    Tenho interesse sim em ler e quero saber se vamos partilhar da mesma opinião.
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruna. Concordo com você sobre as resenhas negativas. É sempre bom conferir todas as opiniões e como não existe livro perfeito, né?

      Excluir
  11. Oi Sil, tudo bem?

    Que pena que você se decepcionou tanto com o livro, mas acontece... e resenhas como a sua nos faz ver que o livro não é tão perfeito quanto todo mundo fala. Eu adoro distopia e quero muito conferir essa, e achei legal os pontos positivos que você destacou, como os poderes dos prateados, que mesmo ficando um pouco confusa, foi um ponto a favor, e espero que o próximo livro seja melhor para você.

    Beijinhos,

    Rafa

    ResponderExcluir
  12. Oi ...
    Estou muito curiosa para ler esse livro ! Ele está se espalhando como um vírus rsrs
    Só desanimei um pouco quando você disse que tem pouco romance .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Sil, sua linda, tudo bem
    Eu acho que comigo isso não acontece, pois quando quero muito ler um livro, geralmente o faço muito tempo depois do lançamento, quando não lembro mais das resenhas que li e nunca leio a sinopse antes de começar. Acabo me entregando sem expectativas e na maioria das vezes sou surpreendida. Esse é um dos que estão no top da minha lista de desejos. Espero gostar dele, e não me decepcionar como você. Mas acontece. As vezes, Sil, não gostamos mesmo, nem todo livro foi feito para a gente. Ou simplesmente não o lemos no momento certo. Gostei muito da sua resenha e sinceridade.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oieee!!
    Já faz algum tempo que não começo a ler uma trilogia de distopias, exatamente por medo de ser apenas mais um com as mesmas características adaptadas em um mundo novo =S
    Confesso que estava curiosa sobre a rainha vermelha pois as criticas positivas na blogosfera literária foram muitas, mas ainda bem que não o fiz om certeza ia me frustrar!!
    Concordo com vc quando a ausência de romance em uma distopia é algo positivo, pois são tantos acontecimentos distintos nesses mundo loucos que as vezes um romance só pesa mais a historia!!
    A capa é muito linda, quem sabe eu não de uma chance mais a diante, talvez até goste!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Sil !
    Primeira vez aqui no seu cantinho, está tudo muito lindo, parabéns.
    Sobre "Rainha Vermelha", estou tentando comprar desde que lançou, mas ainda não consegui por diversos motivos meio chatos, mas estou muitíssimo ansiosa para ler.
    Sua resenha ficou maravilhosa, muito bem escrita e elaborada ! De fato só aumentou minha vontade de ler logo esse livro que todo mundo fala tão bem kk
    Beijos, Sorvete Literário

    ResponderExcluir
  16. Olá Sil! Vou ser sincera: não ia conseguir ler porque o enredo em si não me cativou. Ainda não li distopias, algumas me chamam a atenção, mas não consigo pegar um livro e começar a ler. PArabéns pela sua resenha, foi bem sincera. Beijos!


    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá... tudo bem??
    Caramba, como assim rs???
    Eu estou com altas expectativas sobre esse livro, inclusive já o tenho aqui, mas vai ficar para o meu mês... porque eu quero ler no mês de meu aniversário somente distopias que é a minha temática preferida.... vamos ver se consigo kkkkkk. Que pena que a leitura não foi satisfatória para você e as suas expectativas ficaram frustradas, espero sinceramente que no próximo livro as coisas melhorem... Xero!!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Sil, tudo bem?
    Eu também adoro distopias e estou louca para ler A rainha vermelha, ele está sendo muito falado na blogosfera. Acho essencial essa falta de romance em distopias, pra mim, não é legal distopias que foquem como principal o romance, além do fato de Mare ser uma personagem boa e isso é muito legal.
    Uma pena que não tenha te agradado 100%, mas mesmo assim eu tenho super vontade de ler e acredito que vou gostar. Estou só esperando meu exemplar chegar. Parabéns pela resenha :D

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?

    Assim como você, logo no começo também tive a impressão de que era um estilo já trabalhado, até citei na minha resenha que era uma mistura de A Seleção com X-Men, mas acho que o que tornou essa leitura tão prazerosa e me fez gostar tanto do livro, foi a narrativa da autora. Aí você pega isso tudo e junta aquela traição no final, esse virou uma das minhas distopias favoritas HAHAHA. Mas acho que gosto é gosto e isso não se discute, da mesma forma que o livro mereceu só duas estrelas para você, um livro que eu dei uma estrela pode ser 5 na sua opinião, e isso é o que eu mais gosto nos livros, todo mundo os vê de um jeito *__*. Adorei a sinceridade da resenha.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Que pena que você acabou se decepcionando com o livro... eu tinha lido só resenhas positivas antes de ler, mas mesmo assim ele me ganhou, não conseguia largar de jeito nenhum. Imaginei que uma parte do que aconteceu no final fosse acontecer, mas mesmo o que eu tinha previsto estava torcendo horrores para não acontecer... minha torcida não valeu de nada, infelizmente... rs... estou ansiosa pela continuação, e espero que você goste mais dela.

    beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. Ola lindona que pena que o livro não te conquistou como tenho visto em muitas resenhas, eu já estou com o livro só falta tempo para ler. Magia e ação temas perfeitos para quem gosta de distopia. Como romântica assumida espero sempre por romances, mas achei bem interessante a autora colocar personagens egoístas na trama e sair do clichê. beijos


    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  22. Olá Sil, acho que a sua resenha é a primeira que destacas alguns pontos negativos do livro e foi bom para quando for lê-lo não começar com altas expectativas como você e acabar me decepcionando. Espero que a continuação consiga te agradar mais *-*

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  23. Oi Sil tudo bem? Confesso que distopias não fazem parte do meu gênero preferido mas depois de sair da minha zona de conforto e ler cidade banida eu me empolguei bastante. Essa questão dos detalhes também me deixam meio perdida, mas para minha sorte no que eu li havia um glossário e volta e meia eu me pegava lendo significados. Com relação aos personagens serem egoístas é uma pena. Pra leitura correr bem preciso criar uma afinidade com o personagem principal e nesse caso acho que eu me irritaria um pouco. A sua resenha foi boa para não criar muita expectativa por reviravoltas surpreendentes, parabéns! Bjos

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá Sil, comecei a ler depois de ler sua excelente resenha... Confesso que ainda não está me prendendo a atenção. Se continuar assim, vou deixar para ler em outro momento. Obrigada por sua indicação!

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.