15/02/2016

Resenha: Como se livrar de um Popstar

Olá, galera. Tudo bem?
Quem acompanha o blog sabe que eu sou chatinha com as minhas resenhas e sempre acabo falando o que realmente achei do livro, certo? Por mais que eu admire a literatura nacional e tenho conhecido cada vez mais autores(as) não vou deixar de falar o que acho de um livro nacional que leio. Infelizmente sobre Como Se Livrar de um Popstar eu não terei apenas coisas positivas para falar. 




Título: Como se Livrar de um Popstar
Autora: Evelyn Andrade
Editora: Multifoco
Páginas: 222
Compre: Loja Multifoco
Mais informações no Skoob
ebook cedido em parceria com a autora
Sinopse: Se você ganhasse um concurso para passar dois dias em nova York com seu maior ídolo pop, o que faria?
Essa é a pergunta que Melissa Layonel não consegue responder,não porque ela esteja realmente animada para ir ,e sim porque ela não é nem um pouquinho fã dele e infelizmente pra ela a mesma está indo para Nova York conhecer o Popstar mais famoso do século vinte e um, graças a sua irmã caçula.
Leonardo Henrique é definitivamente o popstar mais idiota e charmoso do mundo, no entanto, a linha entre o amor e o ódio é tênue e o que duas pessoas com defesas quebradas podem fazer quanto a isso?
Dizem que os opostos de atraem, vamos descobrir se é verdade.

Não vou mentir dizendo que o livro me desagradou cem por cento. Eu insisti na leitura do livro justamente por, até certo ponto, estar achando a história divertida e fofa. Ele tem toda essa coisa que lembra filme adolescente da Disney, sabe? E mesmo não sendo lá grande fã da Disney gostaria de começar 2016 lendo algo leve e divertido (e de fato foi o que encontrei). O problema da obra é que ela tem um grande número de erros de português; E olha... Eu não vou ficar aqui pagando de inteligente, pois eu não sei muitas regras da nossa ortografia e ainda assim arrisco escrever em um blog, mas o ponto principal é que tem erros que são realmente imperdoáveis, sabe? Ainda mais se tratando de um livro. Fiquei me perguntando se a editora não se deu ao trabalho de revisar o livro antes de publicar, dar um suporte para a autora (que pelo que eu vi depois, fazendo pesquisas de resenhas sobre o livro) tem apenas dezesseis anos. Imagina o sonho da menina lançar seu livro por uma editora e acabar tendo um trabalho não tão legal assim em mãos? Acredito, de verdade, que autores e editoras precisam trabalhar em conjunto antes de qualquer coisa para levar um material decente nas mãos dos leitores. Deu para perceber que acabei ficando bem frustrada, né? rs

Mas dando foco na história do livro, desconsiderando os erros que encontrei ao longo da leitura, a história agrada até certo ponto. Temos uma protagonista (Melissa) engraçada e com personalidade forte, mas não irritante. Ela leva para si a culpa pela morte de seu irmão mais velho e demonstra esse sentimentos apenas em alguns momentos específicos da obra. Ela me incomodou nos momentos em que ficava virando os olhos demais ou quando mentia para as pessoas mais próximas dela, mas mesmo assim podemos sentir o enorme carinho que ela tem por sua família e principalmente por sua irmã mais nova. Inclusive é por causa de Linda que Melissa se mete nesse concurso idiota e acaba conhecendo o tal popstar: Leonardo Henrique. O popstar é o que você pode esperar dele, sabe? Nada sobre a sua personalidade é imprevisível e isso causou um certo incomodo. Sabe quando lemos um YA e tem aquele badboy, ou não necessariamente um badboy mas um cara mais arrogante por quem a garota se apaixona? Pois esse é Leonardo Henrique. Entretanto ele não é um garoto odiável e devido aos momentos dele com Melissa fica fácil gostar dele (e do casal em si). 
Todo mundo carrega cicatrizes, alguns no corpo, outros no coração e os raros sentimentalistas na alma. 

As situações que unem os personagens são bem inusitadas e até que chegam a ser hilarias. E o livro com certeza teria ficado melhor se o foco fosse somente esse: divertir o leitor com cenas mais engraçadas. A certa altura da obra a autora coloca uma situação triste que da um drama para a história que, ao meu ver, foi desnecessário. Não posso adivinhar qual foi a sua intenção com isso mas como leitora eu não gostei. E infelizmente desse ponto até o final eu só achei que o livro piorou. Claro que essa é uma opinião totalmente pessoal e esse mesmo ponto pode agradar outros leitores. 

De todo o mais eu acredito que a autora tem talento. Se esse foi seu primeiro trabalho, sendo tão nova, a parabenizo. Mesmo com os pontos que eu citei acho que o livro foi legal de ser lido e por isso não desisti da leitura até o final. 
(...) se tem uma coisa que só a vida pode ensinar é que: Rostos bonitos e sorrisos brilhantes tendem a quebrar seu coração.

20 comentários:

  1. Adorei a resenha! É importante falar quando não gostou também! E livro com erros de português não dá né? Que pena que ele não é tão bacana assim... O nome é interessante! Se eu fosse ler somente por ele, ia achar que seria bom!
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  2. primeiramente muito obrigada por ler meu livro, agradeço a oportunidade, e tenho que dizer que amei sua resenha! De verdade, estou sempre aberta as opiniões e com as suas tenho certeza que posso me esforçar e melhorar. Novamente muito obrigada, beijinhos. 😊

    ResponderExcluir
  3. primeiramente muito obrigada por ler meu livro, agradeço a oportunidade, e tenho que dizer que amei sua resenha! De verdade, estou sempre aberta as opiniões e com as suas tenho certeza que posso me esforçar e melhorar. Novamente muito obrigada, beijinhos. 😊

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil!
    Nossa! Que bad esse problema com os erros, viu? Eu também não sou nenhuma gramática viva, mas tem erros que não rola deixar passar.
    A história realmente parece com os filmes da Disney que ainda gosto de assistir hahahhaah
    Adorei sua resenha por ter sido bem sincera.
    Beijos
    Balaio de Babados | Participe do sorteio do livro Marianas

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, mas não fiquei nem um pouco curiosa para ler só pela sinopse. Essa coisa toda de bad boy forçado, pop star e etc não me chama nem um pouco a atenção, e saber que o livro tem muitos erros (odeio quando isso acontece), me desanimou ainda mais para ler. Enfim, eu não leria, mas fico feliz em saber que você conseguiu ir até o fim.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil!

    Miga, você sabe que tá certa, né? Num é porque é parceiro, porque é amigo, porque é sei lá quem que não tem que falar opinião sincera. Eu sou bem assim também, falo o que acho e não tô nem aí! Eu até entendo alguns deslises nas histórias, principalmente quando o autor é novinho, mas erros de português é demais, principalmente se o livro for publicado por alguma editora. Cadê a galera revisando, gente? Deixa a gente até chateada essas coisas!

    Sim, esse enredo é total filmes da Disney, aqueles que passavam na Globo. Dá até saudades, viu. Preciso confessar uma coisa: personagens que ficam se culpando por mortes de entes queridos me irritam demais, mas pelo menos a Melissa não fica mimizando o livro inteiro, já parece ser um ponto positivo. Ah, é óbvio que o mocinho da história ia ser um carinha chato no começo que vai melhorando, né. HUAEHAUEHAEUHAE

    É o que eu falo... Nunca espero obras maravilhosas de autores inciantes, principalmente quando ainda são adolescentes. Que bom que pelo menos você se divertiu com a história, o tempo não foi totalmente perdido.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    gostei da resenha e que bom que você foi sincera a respeito da leitura, pena que não te agradou e isso é ruim quando acontece, pelo que falou a editora realmente devia dar atenção, espero que a autora entenda seu lado ao ler a resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Sil
    Nossa, que chato, né? Pelo que eu entendi, só faltou mesmo um bom editor para guiar a jovem autora e ajudá-la a aperfeiçoar a sua história. Essa editora é daquelas que pedem uma certa quantia pro autor para publicar o livro? Porque me pareceu ser o caso kk Nem se deram o trabalho de revisar..
    Uma pena os autores caírem nas mãos de editoras assim.
    Bom, sobre a história: parece ser divertida, e já posso até adivinhar o que acontece nessa reviravolta do meio pro final. Enfim, acho que vou deixar passar. Mas espero que a autora lance outros, já que se mostrou bem talentosa, mas dessa vez com outra editora, talvez.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All POP Stuff

    ResponderExcluir
  9. Oi Sil!

    Vou ser sincera, não gostei da pegada do livro, por mais que ele seja fofinho e com uma história leve, divertida, não fiquei interessada, mesmo amando o YA, Como se livrar de um popstar não me conquistou, mas mesmo assim, gostei de saber que a autora tem potencial e por ela ser nova, pode trabalhar bastante os pontos que você citou na resenha e que farão ela crescer como escritora. Bem, quando ao trabalho editorial, não me surpreende, já li outros livros dessa editora e possuem o mesmos erros que você citou, o que acho uma falta de respeito, afinal, podiam ter feito um trabalho melhor, para que o livro ficasse bom para chegar ao leitor.

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu não conhecia o livro e achei o tema bem leve e pelo o que você falou divertido. Deve ser daqueles livros onde você lê para passar o tempo sabe? Sem acrescentar muito na nossa vida.
    Infelizmente, há pouco cuidado com as obras nacionais né? Uma pena, isso acaba MUITO com o brilho da obra e acaba desanimando a leitura.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Sil!
    Essa capa não chama nem um pouco a minha atenção.
    Livros com muitos erros de português acabam sempre atrapalhando a leitura, eu até não me incomoda quando noto que é uma palavra que outra, mas já peguei um livro nacional também em que a leitura se tornou irritante por causa dos erros.
    Tem momentos que é bom ler algo divertido e pelo que você escreveu dá para imaginar que os personagens protagonizaram cenas que fazem o leitor se sentir leve, uma pena que a autora acabou direcionando a história para algo dramático.
    Autores jovens podem cometer alguns erros, mas tem muita gente nova escrevendo histórias incríveis, espero que ela continue escrevendo.
    Beijão!
    Lilica - O maravilhoso mundo da leitura

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sil!
    Lembro de ter me deparado com a sinopse do livro logo que saiu e apesar desse aparente clima de 'não se gostam no início, se apaixonam depois', não tenho tanta vontade em ler mais por, envolvendo esse mundo artístico, às vezes me deixar com um pé atrás, sem saber se vou gostar ou não. Chato a situação dos erros, a editora poderia ter tido um cuidado maior nesse caso, mas que bom que o lado mais descontraído da história faz valer a leitura - apesar da tal situação triste que não colaborou muito com o enredo, mas, enfim.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional ♥

    ResponderExcluir
  13. É a primeira resenha que eu leio dessa obra, e confesso que depois de ler suas considerações minha vontade de conferir a história não é 100%, viu. Acho que isso que você disse de ser uma trama divertida e ter um drama desnecessário desempolga bastante. Os erros também são chatos. Gostei que você foi bem sincera na sua resenha, parabéns!
    beijos www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Sil!
    Nada melhor que a opinião sincera numa resenha, infelizmente tem muitos blogueiros que não fazem isso só porque o autor é parceiro, mas acho que criticas construtivas tem que ser sempre dadas, e pelo que vi no comentário acima, a jovem autora leva isso em consideração e isso é ótimo!
    Foi péssimo o texto do livro não ter passado por algum revisor. Eu me desanimaria muito na leitura por causa disso.
    De toda forma, a história parece divertida e boa pra passar o tempo, mesmo com esse drama que a autora colocou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. OI, Silviane! Tudo bem?

    É tão ruim quando um livro não nos agrada...
    Eu não conhecia este livro, mas acredito que não irei ler, exceto que ganhe.

    Me inscrevi em seu blog, inscreva-se em nosso site Irmãos Livreiros também, ficarei super feliz! :)

    Beijos!
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  16. Uma pena esse descuido com a revisão Sil, eu acho que não leria o livro, até acho legal ver alguns filmes da Disney de vez em quando, mas ler livros no estilo não sei se rola hauhauhauhauhu. Gostei da protagonista, mas esse pseudo badboy não parece ser assim tão interessante, mesmo que acabe sendo apaixonante kkkkk. Bom, acho que eu definitivamente não vou ler, talvez se fosse apenas um livro leve e engraçado, mas parece que a autora perdeu a mão em algum ponto, uma pena!

    ResponderExcluir
  17. Olá... gostei muito da sua resenha! Quanto a sinceridade cada uma tem seu jeito de expor sua opinião e disse a verdade, que triste ter em mãos um livro até com um premissa interessante (para o público específico), e ser prejudicado por tantos erros de português!

    Como você, também não sou "expert" na gramática, mas existem erros que são "imperdoáveis" e fico pensando o mesmo "como uma editora teve a capacidade de lançar um livro com tantos erros gramaticais, como não viu", acho um desrespeito com os leitores, porque quando compramos um livro esperamos pelo menos o básico da gramatica para a nossa leitura!

    Quanto a premissa, não é um livro que me interessa, porque é bem juvenil.. até pela idade da autora. Mas mesmo assim gostei da sua resenha e as observações, parabéns!

    Bj
    Keyla - http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Adorei sua sinceridade!! Já estive nesta situação e não sabia o que fazer, no meu caso eu não insisti na leitura, larguei mesmo!!
    Mas acho que a autora ainda está aprendendo a organizar melhor suas idéias para depois colocar no papel, esse livro achei meio cliche kkkk e já vi um filme que era quase igual a essa estória feita pela Disney!!

    Nathália Bastos// Biblioteca Lecture

    ResponderExcluir
  19. Oi Sil!!
    Eu acho que precisa dizer o que você achou mesmo, não faz sentido escrever resenha se não for para falar sua opinião sincera.
    A história do livro parece ser fofa, mas eu não leria por causa dos erros de português. Se a gente paga por um livro, o mínimo que eu espero é que revisem ele.
    Espero que a editora perceba e lance logo uma edição revisada.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.