23/05/2016

Resenha: Flor de Cerejeira



Título: Flor de Cerejeira
Autor(a): Alana Gabriela
Editora: Amazon
Páginas: 315
Onde comprar: Amazon
Mais informações no Skoob
Livro cedido em parceria com a autora

“Qualquer um pode cometer um erro.”
Yoko sempre teve uma vida relativamente boa e estável, participava da organização do Festival Cherry Blossom, tinha amigos com quem contar na escola, tocava violino e estava treinando para fazer parte da orquestra da Juventude de Macon quando tudo começou a dar errado. Seu pai se envolveu num grave acidente, que acabou matando um pai de família e, foi parar na prisão. Sem a referência paterna, e com todos os problemas financeiros que se acumulam, o distanciamento da mãe, Naomi, que está a cada dia mais se afundando em trabalho, Yoko vê o que sobejou, de sua família, totalmente desestruturado. Em meio à dor da perda, Yoko conhece Aidan Hirsch, um garoto que parece tão desestruturado quanto ela, taciturno e solitário, e que é capaz, acima de tudo, de não julgar, simplesmente ouvir. Aos poucos, um sentimento singelo e inefável ganha forma, surgindo uma história delicada de autoconhecimento, arrependimento, culpa e superação que poderá mudar a vida desses adolescentes se assim escolherem.

Uma das coisas mais legais de fazer quando se torna blogueiro e acaba conquistando a confiança de uma autora é ser chamada para ser beta reader. Mesmo após minha critica negativa à uma de suas obras Alana confiou em mim para analisar seus novos projetos e claro que eu faço isso com muito prazer. Flor de cerejeira foi um deles e preciso dizer, com enorme alegria, que me senti presenteada ao ler este livro.

Ele é um livro YA feito na medida certa. Ele tem o drama adolescente, o drama familiar, amadurecimento e claro o romance. Eu digo que tudo isso está na medida certa pois a leitura poderia se tornar chata e cansativa, já que com tanto drama acontece, entende? Mas é importante para o desenvolvimento da personagem o que ela passa na sua vida pessoal, com o que aconteceu ao seu pai e as consequências que isso trouxe pra si. E sobre o romance, aaah... a autora ficou cozinhando esse casal durante boa parte do livro fazendo eles se conhecerem para apenas depois decidir o que fazer com eles. Acho que posso afirmar que Aidan se tornou um dos meus crushs, sabe?
Para quê mudar se de repente eles podem acabar criando expectativas? É melhor assim. Eu sei como sou verdadeiramente e é isso que importa... pelo menos às vezes. Na maioria do tempo é o suficiente.

O pai de Yoko - a protagonista - foi preso por dirigir embriagado e atropelar um pedestre que acabou falecendo. A história começa à partir deste ponto e mostra ao leitor a rotina da menina após o ocorrido. Ela perdeu suas amigas, se tornou alvo de bullying na escola por parte dos colegas e de pena por parte dos professores. Se culpa dia após dia por algo que ela não fez e nutre uma raiva pelo pai. O decorrer da história se da com Yoko percebendo que as coisas não são como elas imaginam e que por mais que o que tenha acontecido mudou a vida de sua família para sempre ela não deve deixar aquilo conduzir o restante de sua vida.

Flor de Cerejeira é um livro doce que vai mostrar ao leitor sobre amor, família e amizade. Elementos que parecem clichê mas que dão todo o diferencial nessa obra. Também mostra ao leitor que um livro YA não precisa ter um romance miojo e que tudo gire em torno desse relacionamento, já que existem outras prioridades na vida de jovens adultos além do amor.

20 comentários:

  1. Eu gostei muito do livro anterior dela e já estava curiosa quanto esse. Vi alguns comentários pela net.
    Você tem razão, o prestígio de ler uma obra em primeira mão, podendo dar sua opinião para melhorias é algo delicioso. O próprio ato de parceria já é um presente pra nós.
    Parabéns pela resenha. Me instigou.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei muito do livro anterior dela e já estava curiosa quanto esse. Vi alguns comentários pela net.
    Você tem razão, o prestígio de ler uma obra em primeira mão, podendo dar sua opinião para melhorias é algo delicioso. O próprio ato de parceria já é um presente pra nós.
    Parabéns pela resenha. Me instigou.

    >> Vida Complicada <<

    ResponderExcluir
  3. Olá, Silvana. Eu adoro livros YA e faz tempo que não leio um. O que mais me chamou atenção nesse livro é que ele traz um tema muito importante - já que é uma menina que apesar de ter várias pessoas ao redor, se sente solitária e sem ninguém a quem recorrer. Eu amei a capa, confesso que foi o que me chamou atenção. O livro parece ser leve, com a dramaticidade no ponto exato. Adorei a resenha e vou procurar lê-lo.
    Um beijo!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bom? Não tinha visto esse livro ainda, eu confesso que estou meia (leia-se muuuuito haha) enjoada de livros YA, mas esse parece ser uma boa leitura, vou até adicionar a minha lista pra quando o enjoo passar haha

    Beijos
    http://resenhaatual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. A resenha me agradou muito, e pro ser nacional eu gostei mais ainda. Adoorooo livros nacionais <3 quero ler esse
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ser LINDO! Adorei a resenha e fiquei com vontade de ler!
    Beijosss
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Silll

    Hoje eu estou visitando pelo computador e estou vendo o novo visual, ficou lindo! ♥

    Eu vi a Alana comentando sobre esse livro lá no blog dela e curti bastante ele. Eu estou com um livro dela aqui pra ler, mas é tanta coisa pra ler que ainda não consegui nem pegar nele.
    Que bom que a sua experiência com esse livro em questão foi melhor que a anterior. E essa capa é linda, né?

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Que capa linda, adorei.
    Ainda não tinha visto esse livro pela Amazon...gosto dos dramas teen.

    tenha uma ótima terça.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  9. Oiii Silviane, tudo bem?
    Que livro mais lindo gente <3 com toda certeza leria, achei a capa maravilhosa e a história me surpreendeu.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Que legal a autora confiar no seu trabalho, mostra como você tem feito tudo certo! Parabéns!
    Faz muito tempo que não leio YA, mas a história parece ser muito boa, acho que a protagonista vai aprender muito, né? Gostei da dica.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    AIMEUDEUS você já leu esse livro! Estou doida para lê-lo, a história parece ser tão linda e incrível, apesar de eu não ser muito fã de dramas adolescentes. Estou curiosa para conhecer a Yoko, e estou querendo conhecer mais ainda esse Aidan... Quem sabe não vira meu crush também? hehe'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá, Silviane. É muito bom quando vemos um autor evoluir em suas histórias e escrita, né?! Adorei sua resenha e a história parece ser ótima, além da capa ser linda!

    Beijo,
    http://pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi miga!

    Realmente, deve ser uma honra gigante! Orgulho define!
    A capa do livro é maravilhosa e convenhamos né, o autor já ganha muito com isso. Aí você fala que tá tudo na medida certa? Amei! Gostei principalmente de você ter falado que o romance é levado de pouco a pouco, gosto muito disso. É a coisa mais esquisita do mundo aqueles livros que o casal se ama logo de cara. E nossa, coitada dessa menina! Imagino o peso psicológico que ela leva por algo que ela não fez viu... Povo mais pau no cu também, credo.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Livros com drama dificilmente se tornam chatos e cansativos pra mim, rs, adoro um drama! Achei legal o livro tratar de amor, família e amizade, e mostrar tanto a questão dela sofrer bullying e perder amigos por causa de uma coisa de que não participou, e fiquei curiosa para saber se vai conseguir se acertar com o pai.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá,tudo bem??
    Gostei da sua resenha e também gostei muito da capa, mas confesso que livros com drama não me atraem muito, mas quem sabe um dia posso vir a ler ele, ainda não conhecia a autora e achei bem legal você ser leitora beta dela, parabéns!
    Beijus
    www.bibliotecaempoeirada.com.br

    ResponderExcluir
  16. Primeira vez que eu vejo falar sobre essa obra, e que bacana ser uma beta ein? Parabéns, é maravilhoso quando autores confiam no nosso trabalho.
    Gostei bastante da trama, exatamente por você falar que não tem romance miojo (adorei o termo, kkkk), deixa a leitura mais profunda e fácil de se envolver.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Sil, sua linda, tudo bem?
    Saudades de vir aqui. Mas que capa mais linda, sensível, sabe, delicada. Eu fiquei tentando me colocar no lugar dela, realmente, não podemos negar que somos julgados o tempo todo e que se os pais cometem erros os filhos acabam pagando por isso também. Ainda mais o erro que o pai dela cometeu. Parece ser uma linda história, não conhecia e não vejo a hora de ler depois dessa resenha que ficou ótima como sempre. Parabéns por ser escolhida pela autora!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie, tudo bem?
    "um livro YA não precisa ter um romance miojo" adorei essa parte da resenha neh!! kkkkkkkkkkkkkkk. E mulher que livro bacana, me interessei, porque fa algum tempo que não leio um YA que tem mais foco na família assim igual a esse ai, vou colocar na lista <3

    ResponderExcluir
  19. Oi Sil, é muito bom quando uma obra traz tudo que gostamos de forma equilibrada e esta pelo que li na sua resenha traz tudo na medida certa, sem falar que trata um tema superimportante como bullying e outros que eu considero muito que é amor, família e amizade.

    Bjo
    Tânia Bueno
    Faces da Leitura

    ResponderExcluir
  20. Oi Sil, não sei se estou certa, mas lendo sua resenha tive a sensação de que este livro segue um pouco a linha de autoras como Jennifer Echols e Sarah Dessen, o que é um ponto positivo pois eu amo essas autoras. Tive essa impressão quando vc diz que apesar do drama a autora dosa muito bem tudo na narrativa e o amor não é instantâneo, o queé melhor ainda, estou curiosa agora

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.