31/05/2016

Série: Dramaworld


Série: Dramaworld
Ano: 2016
Produção: Viki 
Distribuição: Netflix
Claire Duncan (Liv Hewson), é uma estudante nerd de 20 anos, obcecada por drama coreano. Enquanto a maioria das pessoas estão se divertindo, ela está no smartphone assistindo seu k-drama favorito, Taste of Love. Os dias comuns de Claire, infelizmente, não são tão emocionantes como os descritos no mundo do k-drama. Seu mundo, no entanto, é virado de ponta cabeça, através de uma reviravolta do destino e num toque de mágica, ela se vê sugada pelo seu smartphone e transportada para dentro do mundo do seu k-drama favorito. Presa dentro Dramaworld, Claire finalmente chega a conhecer Joon Park, em carne e osso. Mas agora que ela é uma atriz principal, ela não pode apenas assistir o drama se desenrolar. Ela tem que ser parte dele.

Todo mundo é fã de alguma série (serve livros). Todo mundo tem um ator preferido que assistimos tudo dele (serve escritor). Pois bem, qualquer pessoa que ama séries pode vir a se identificar com essa minissérie. São apenas dez episódios curtos sobre uma fã que é transportada para seu atual dorama preferido. Só não digo que é o sonho de qualquer pessoa, porque por mais que o "universo" de uma série seja fantasioso e incrivel, ninguém seria corajosa o suficiente pra querer ou conseguir sobreviver nele. Pelo menos não eu. 


Pra quem não conhece, as nossas novelas aqui têm o formato de série na Ásia dividido por episódios indo de 16 a 20, e essas séries (confundivelmente novelas) são chamadas de doramas. Pense em comédia romântica. Pois os doramas são compostos por clichês um atrás do outro, e como as comédias românticas, nos acostumando ao já visto porque é algo pertencente ao gênero. Os doramas são repletos de clichês. São recursos que fazem sucesso entre o público e eles se repetem porque há demanda. E a gente adora! Esse mini-dorama reproduz todos os clichês meio que satiricamente, e então Dramaworld saiu um dorama de comédia romântica mais engraçado do que um dorama de comédia romântica. 

Nesse mundo paralelo Claire se vê como figurante na continuidade da sua série, então ela sabe de tudo. Sabe quem está mentindo pra quem, quem ama quem, essas coisas. Mas, como figurante, ela não pode interferir na história. Ela só é uma facilitadora. Se um leitor ou um espectador nível normal quer entrar no seu livro ou na sua série e mudar alguma coisa, e gritar para alguns personagens, tem como não interferir quando se está na própria série e vê as burradas que os personagens andam fazendo? Acho que não. Então meio que não é culpa da Claire as bagunças que ela arruma quando interfere na história, principalmente quando tenta unir o mocinho e a mocinha. Até o episódio 9 não houve beijo ainda, e Claire tem que salvar o mundo do dorama e fazer com que o beijo finalmente aconteça para que o dorama tenha continuidade. 

Uma figurante que não deveria interferir passa a ser uma personagem principal. Uma figurante que não deveria ser ninguém passa a ser a mocinha. Uma figurante que pensava estar apenas ajudando passa a ser interesse romântico do mocinho! Mas isso não deveria acontecer. É errado. Que tipo de final teria esse dorama?

Existe a vilã, o antagonista, a mocinha, quero dizer, duas mocinhas, o mocinho. Reconhecemos todos os clichês que estamos acostumadas a ver e rimos da nossa própria ingenuidade por gostar tanto deles. Eu realmente não soube prever o final. É claro que um dorama sobre dorama o mocinho superaria todos os mocinhos, e Joon Park, tenho que admitir, é um bom mocinho. Ele é apaixonante. Assim como Claire é incrível. Não tem ninguém que não se identificará com Claire e seu dilema: viciada num mundo fantasioso quando as pessoas à sua volta lhe diz que ela está perdendo seu tempo quando deveria estar vivendo. Mas o mundo imaginário é muito, mas muito melhor do que a realidade aqui fora.

6 comentários:

  1. Não conhecia esse mini-dorama (olha só ela usando palavras que acabou de aprender!) e achei muito interessante a premissa. Vou dar uma olhada na netflix depois, fiquei curiosa! Ótima dica!

    Obrigada pelo carinho. Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  2. Eu vi essa serie ontem mesmoS no netflix, fiquei em duvida se assitia ou não. agora que li sua resenha quero muito ver. Acho que assitirei hoje a noite, antes de dormir *--*
    http://b-uscandosonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Sil,
    Adorei *----*
    Como eu ainda não conhecia essa série?

    Adorei mesmo, vou procurar para assistir.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia essa série, até estava procurando uma série para assistir. E essa me deixou curiosa, vou procurar para assistir.
    Adorei!
    http://palavrass-ao-vento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi
    quero muito assistir esse, vou ver se começo final de semana e que eu comecei a assistir um de 50 episódio, mas parece ser bem legal e achei interessante a iniciativa do viki de fazer um drama próprio, que bom que curtiu.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Viviane!

    Eu amo Doramas, já me identifiquei com a personagem!!! parece ser bem divertido! Adorei a recomendação!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.