20/06/2016

Filme: The DUFF



Título: D.U.F.F. - Você Conhece, Tem ou É
Direção: Ari Sandel
Onde assistir: Netflix
Elenco: Mae Whitman, Robbie Amell, Bella Thorne, Bianca A. Santos, Skyler Samuels, entre outros
Bianca é uma garota feliz do colégio, que só tira boas notas e pode contar sempre com suas duas melhores amigas, Casey e Jessica. Até descobrir que na escola ela é considerada a D.U.F.F. das suas amigas, o mundo colorido de Bianca vira de cabeça para baixo.







Se tem uma coisa que eu posso chamar de guilty pleasure são esses filmes clichês adolescentes sobre bullying e romance inesperado. Eu gosto desse tipo desde que era criança e via os filmes teens dos anos noventa na Sessão da Tarde, entretanto conforme os anos foram passando acabei ficando enjoada deles, apesar de ainda adorar aqueles dos anos 90. A impressão é de que a maioria são todos iguais e são e nunca tem nada diferente para mostrar ao público e não mostram, mas eis que resolvi assistir ao tão falado The Duff em um final de semana qualquer na Netflix e me surpreendi. Não que ele seja o diferentão, cheio de novidades e tudo mais. Ele muito me lembrou Ela é Demais e, definitivamente, a atuação de Mae Whitman é inspirada em Amanda Bynes, portanto da para ver algumas nuances de Ela é o Cara.

foto: google imagens

É um filme divertido e que pode tirar algumas risadas do expectador. Ele não é uma comédia teen que foca no bullying, apesar de estar presente. A definição de DUFF é Designated Ugly Fat Friend (amigo(a) designado(a) gordo(a) e feio(a) em tradução livre) e Bianca é a DUFF do seu grupo de amigas. O que a história tenta mostrar é que qualquer pessoa pode ser a DUFF de um grupo, independente de ser a feia ou a gorda ou a estranha ou a perigótica ou sei lá mais o que. Até a garota mais linda pode ser a DUFF. Entretanto, não saindo do clichê dos filmes teens a desajustada é Bianca (até da para perceber quem é ela na foto acima, certo?). Suas amigas não a usam como DUFF e mesmo assim após Wesley (o cara popular do colégio) falar que ela é a DUFF a garota começa a ficar paranoica com a definição e deseja mudar sua postura. Ela passa por umas situações engraçadas e que diverte o expectador e bom esse é um aspecto positivo do filme. Talvez ele não queira ser diferente dos filmes teens dos anos 90 ou qualquer outro na high school, mas somente mostrar novos conceitos e novas formas de bullying usando todos os clichês já conhecidos.

Okay, baseando-se nisso da para sacar que o filme tem aquela formula: Garota feia, garota feia quer mudar, garota feia se apaixona pelo popular, garota feia percebe que não deve mudar, garota feia tem final feliz. E okay, eu não vou negar e nem admitir isso aqui; O importante é que essa formula da certo. Talvez o unico pecado verdadeiro do filme sejam as atuações. Não gosto de Bella Thorne mas não posso negar que ela combina com o papel e acho ela muito... falsa nas atuações. Não sei a palavra correta, mas tem algo nessa atriz que me da aflição. E como disse acima Mae Whitman parece que se inspirou totalmente em Amanda Bynes para fazer o papel (eu não sei se ela é assim sempre) o que me incomodou bastante, pois eu amo as atuações de Amanda na época em que ela era sã. Eu não quero outra Amanda dos filmes teens, eu quero é outra atriz para poder olhar e dizer cara, essa menina é boa... vou assistir outros filmes dela e etc, saca? O resto do elenco tá bem okay... mediano. rs

Sei que o filme é baseado em um livro, porém eu não li a obra original e mesmo assim o intuito do post não é comparar um e outro. É um filme engraçado e divertido, se você procura um teen sem muito o que dizer vai acabar curtindo bastante.

8 comentários:

  1. Oi Sil!!

    É um guilty pleasure mesmo rsrsrsrsr mas eu adoro, já li várias resenhas positivas do filme e qualquer fim de semana desses vou conferir!


    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Já faz um tempinho que eu vi esse filme, e gostei bastante.
    Também não gosto da Bella Thorne, desde quando ela gravava No Ritmo na Disney.

    Beijos e sucesso.
    Aguardando o Gato Branco

    ResponderExcluir
  3. OI Sil, tudo bem?
    Eu ainda não vi esse filme, mas tenho vontade já que a Netflix está sempre colocando na minha página inicial hahahah
    Já gostei mais de filmes do tipo, hoje assisto mais outros tipos, mas as vezes é bom ver algo assim para distrair e relaxar sem pensar muito :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá! Tudo bem?
    Nossa, como eu sou apaixonada nesse filme. Adoro essas histórias com uma temática do colegial! Estou ansiosa para conhecer mais sobre o livro.
    Adorei o blog, estou seguindo :D

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  5. Eu amei o filme. Estou para ve-lo de novo. Tenho que ler o livro também, mas já ouvi que tem uma pegada diferente do filme.

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil! Quando vi o filme nem sabia do livro e me diverti muito. Já tenho o livro e quero ler em breve para ver se a adaptação foi fiel. Um filme muito legal.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  7. oi Sil,

    já vi esse filme e adorei! COmo você disse, ele é cheio de clichês, mas consegue divertir e por isso vale a pena! Sua crítica tá muito boa, parabéns!

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  8. eu tenho que fazer uma entrevista sobre qualquer coisa e eu estava pensando de fala sobre uma D.U.F.F mais não acho nada

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.