27/06/2016

Filme: Rua Cloverfield, 10


Título original: 10 Cloverfield Lane
Direção: Dan Trachtenberg
Elenco: Mary Elizabeth Winstead, John Goodman, John Gallagher, Jr.

Após um acidente de carro, uma jovem acorda em uma adega subterrânea, onde se passa a maior parte das ações. Ela teme que tenha sido sequestrada por um sobrevivencialista, o qual fala para ela que ele salvou sua vida e que um ataque químico deixou o mundo inabitável. Sem saber no que acreditar, ela decide que precisa escapar, independente dos perigos que ela possa encontrar lá fora.






Então fui tomada pela curiosidade e decidi assistir Rua Cloverfield, 10; após tantos comentários e criticas que acabei vendo por ai ao longo do último mês (um pouco mais, não lembro quando estreou). Provavelmente eu sou uma das poucas pessoas que não tem o mérito de dizer que assistiu Cloverfield - Monstro então não fiquem esperando que eu vá ser dessas que ara teorias ou comparações sobre o universo de um e outro e etc etc.

De fato esse é um daqueles filmes que qualquer coisa que eu falar poderá acabar sendo um spoiler, mesmo que você não perceba em um primeiro momento. Mas juro que irei me esforçar ao máximo para não soltar nenhum (eu sou boa nisso). Até porque, geralmente, eu pouco falo sobre a história do filme. E bom, o filme é isso que você provavelmente viu por ai seja em trailer ou em comentários em blogs, sites e tudo mais: Uma garota que sofre o acidente de carro e quando acorda está em um abrigo subterrâneo com dois homens, e um deles (o mais assustador) lhe diz que ar do lado de fora está contaminado. Mas só isso? Sim. Todo o restante da trama se desenvolve com base nessa premissa e no medo de Michelle (a tal garota) desses homens, principalmente de Howard (que é um homem com algumas atitudes estranhas e que pode botar medo em qualquer pessoa).

O principal mérito do filme fica por conta do suspense em que ele carrega, pelo menos até o último ato. Todos os medos que Michelle sentiu ao longo da história eu acabei sentindo também. É bem estranho isso, não sei se acontece isso com todos os expectadores ou com todas as mulheres que assistem ao filme mas eu acabei ficando muito desconfortável ao longo do filme principalmente me imaginando na situação da moça. A curiosidade para saber o que é verdade e o que é mentira é o que mais prendeu a minha atenção e todas as surpresas que o filme vai revelando cada cena. Sabe quando você acha que tá vendo o filme de boa e entendendo tudo e de repente fica whaaaaaaaaat?, pois saiba que é mais ou menos isso que acontece com este filme. Eu não acho que nenhuma pessoa que o tenha assistido tenha achado óbvio as revelações ao longo da trama. Talvez o final, mas este é um caso a parte.

Imagem retirada do Google

O filme não é confuso e tem um final bastante satisfatório. Para quem não gosta de finais abertos pode ficar tranquilo que não é o caso deste filme; Confesso que esse era meu receio quando fui assistir. Mesmo eu gostando deste aspecto eu senti que com este filme eu acabaria ficando perdida ou sem entender muita coisa, mas não foi o caso. Outro ponto positivo, na minha opinião mais do que a própria fotografia, foi a trilha sonora. Aquela primeira cena do filme me deixou com uma prévia do que viria no restante do filme, com uma sensação de angustia e desespero. Vale a pena assistir.

10 comentários:

  1. Oi, Sil. Tudo bem?
    Fiquei super curiosa para assistir ao filme logo que vi a sinopse (tanto que fiz uma coisa que nunca lembro de fazer: anotar o nome pra assistir depois) e procurei não ler nada a respeito, como sempre. No início achei meio arrastado mas como você fala a gente pensa o tempo todo que sabe o que está acontecendo mas não é nada daquilo e eu gostei dessa parte.

    [SPOILER]

    Não consegui me prender à história a ponto de sentir junto com a personagem mas acho que isso em parte se deve ao fato de eu ter aceitado muito fácil a explicação do tal Howard e achava que ela tava meio que sendo injusta, que ele só era maio estranhão mesmo. Sobre o final: achei meio forçado a cena de ação que rola no fim e, apesar de quase sempre gostar de finais do tipo "vai começar tudo de novo" desse eu não gostei muito

    O filme em si é bom, na minha opinião, só faltou um final mais forte.


    Um beijo!
    Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  2. Oi Silviane, tudo bem?
    Adoro finais redondinhos, então esse já é um ponto positivo.
    Também curto suspenses e achei a trama interessante. Dica anotada. =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela iniciativa!!! Seguindo aqui no Blog!!! Um abraço!!!
    http://luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Sil!
    Não dei muita bola pro Cloverfield, mas Rua Cloverfield 10 parece ser um thriller eletrizante.
    Fiquei muito curiosa pra assistir quando saiu, mas ainda não consegui assistir.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa pra ver :)

    Beijos,
    Giulia | www.1livro1filme.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu vi um outro blog indicando esse filme, antes de ler o que estavam falando del fui ver o trailer e fiquei super curiosa, mas ai a postagem não tava falando muito bem do filme e me desanimei toda e acabei esquecendo de procurar mais falando sobre. Mas agora lendo sua resenha me fez ter vontade de dar uma chance para ele novamente.
    Já vou ver se tem na netflix!

    http://janeladememorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acredita que a primeira vez que ouvi o nome desse filme achei que fosse do monstro? hhahhahaahahahahahah mas acho que a maioria acha né? Que bom que não tem nada a ver, porque aquele foi péssimo!!! To curiosa pra assistir esse, adorei a resenha!
    Beijos
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=z9vSLbBv-LE
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sil!
    Sou muito fã de filmes de suspense, e a premissa desse filme é bem interessante, ainda não o conhecia e agora fiquei curiosa para assisti-lo! Acho que vou colocá-lo na lista de filmes para assistir em breve, quero saber o que acontece com a Michelle! :o

    Beijos,
    Elidiane - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Sil, sua linda, tudo bem?
    Como assim? Já pensou que desespero? Acho que iria ficar muito nervosa assistindo. Eu ainda não conhecia esse filme, estou super curiosa para descobrir que revelação será essa que irá nos surpreender. Sua crítica ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Sil, como vai?
    Queria muito assistir esse filme, mesmo ele tendo essa pegada de suspense, mas não havia assistido porque não tinha entendido qual a premissa do filme, pouco dava para entender pelos trailers (pelo menos para mim kkkk). Agora, com a sua crítica, só tive ainda mais vontade de ver.
    Eu não tinha relacionado esse filme com o do Cloverfield - o monstro. Mas espero que não tenha nada a ver, porque Cloverfield é muito chato! O filme é até legalzinho até um certo ponto, mas depois fica chato e acaba sem um final.
    Enfim, ainda bem que você gostou, só alimentou minhas vontades de assistir!
    Abraços! ^^

    -Ricardo, Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
  10. Hey Sil!
    Amo filmes em que não sabemos o que virá a seguir e somos sempre surpreendidos - ironia, mas os filmes de suspense quase nunca me surpreendem kk
    Ouvi falar desse filme, mas não cheguei a ver nenhum trailer. Acredito que também ficaria bem desconfortável só de me imaginar no lugar da moça e agora fiquei bem curiosa pra saber se realmente o ar está contaminado, apesar de ter um palpite de que não está, não.
    Ah, nem sei o que é esse Monstro aí kkk

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.