15/06/2016

Resenha: Além-Mundos



Título: Além-Mundos
Autor: Scott Westerfeld
Editora: Galera Record
Páginas: 546
Onde comprar: Amazon
Livro recebido da editora para resenha
Darcy Patel escreveu seu primeiro livro em um mês. Não muito tempo depois, se mudou para Nova York, para realizar o sonho de viver de escrever. Lizzie se prepara para mais uma viagem de avião, até terroristas invadirem o aeroporto e começarem a atirar em todos. Desesperada, Lizzie se joga no chão. Eu estou morta, eu estou morta... No fim, está tão convencida de pertencer ao lugar dos mortos que acaba atravessando a fronteira do além-mundo. Darcy criou Lizzie. A menina de Além-mundos é sua protagonista. Enquanto Lizzie se vê cada vez mais envolvida nos assuntos dos mortos e do submundo, Darcy luta para se manter no paraíso do YA, na Big Apple, e quanto mais Darcy aprende e amadurece, mais a história de Lizzie também cresce. Ou seria o contrário? Sempre atravessando as barreiras entremundos, as duas irão se redescobrir, se reescrever e explorar os infinitos mundos dentro de si mesmas.

Sabe quando você vê uma editora falando de um livro de um autor que você curte e pensa EU PRECISO DESSE LIVRO? Foi exatamente assim que eu estava me sentindo em relação a Além-Mundos. Vocês nem imaginam a minha felicidade quando o carteiro entregou o livro aqui em casa... *-* Então sim, logo que terminei o que estava lendo fui ler Além-Mundos. E sim, expectativas estavam altíssimas e não, eu não me decepcionei. Scott é um autor que sabe como levar o leitor para a sua história sem ser chato e maçante. De fato o livro é longo e por algum momento eu estava enjoada do Além-Mundos de Lizzie mas mesmo isso não deixou a história ruim.

Em Além-Mundos temos duas histórias. De Darcy, uma jovem de 18 anos que acabou de escrever seu primeiro livro. E Lizzie, uma jovem de 18 anos que estava no lugar errado e na hora errada: um aeroporto que sofreu um ataque terrorista. Ela é a única sobrevivente e como ela conseguiu isso a própria sinopse já nos conta. Sim, são duas histórias de duas personagens diferentes mas que ao mesmo tempo são tão iguais. E bom, caso você não tenha percebido ainda Darcy foi quem escreveu a história de Lizzie. Os capítulos são alternados e para diferenciar um de outro os capítulos com a vida de Darcy são narrados em terceira pessoa e os capítulos com a vida de Lizzie são em primeira pessoa.

@EstilhacandoSil

A história que eu mais gostei foi de Darcy. Não sei o quanto daquilo tudo é verdade, mas parece que como leitora pude conhecer um pouco mais sobre o mercado editorial (mesmo que seja o americano) e de como é a roda de amigos dos autores. Na contracapa do livro tem até um citação de John Green um pouco engraçada dando a entender que algumas coisas que os autores falam no livro realmente podem ser verdade. Darcy é nova nisso tudo e acaba conhecendo autores de quem ela é fã, além de ter que lidar com algumas exigências para a publicação de Além-Mundos (é o nome do livro dela, entendeu?) e prazos. Além de tudo isso tem que passar por algo em sua vida pessoal que lhe é tão novidade quanto se mudar de cidade e tudo mais que envolve sua obra e carreira. O que mais achei engraçado em acompanhar a vida de Darcy é que eu não reparei (e nem ela) o quanto seu relacionamento amoroso afetou Além-Mundos. Ela tinha um foco, então as coisas foram mudando e depois ela passou a perceber isso mesmo que por causa de outra pessoa. Entretanto Darcy tem o caldo (vou começar usar esse adjetivo nas minhas resenhas de agora em diante rs).

Já sobre a história de Lizzie é difícil julgar. Parece que se eu for falar não estarei sendo... justa com a outra parte do livro. Além-Mundos (o livro que Darcy está escrevendo) é um YA sobrenatural, que trata principalmente da morte. Ele foi baseado no hinduísmo mesmo que não seja, exatamente, assim. No livro Darcy explica o porque de suas escolhas e o quanto elas a afligem (diga-se de passagem: a família de Darcy é indiana). Lizzie é uma jovem que após passar por uma experiencia de quase morte passa a ter acesso ao Além-Mundos, onde ficam os fantasmas e lá ela conhece Yamaraj, o deus da morte. Apesar da história ser boa, tem algumas coisas no Além-Mundos que me incomodou. Eu acho que se o livro fosse inteiro assim eu iria falar dele de forma negativa, pois teve uns pontos que me incomodaram principalmente no final. Mas quando você está acompanhando o dia a dia do autor parece que é mais fácil entender as escolhas que a levaram a tomar determinadas decisões. É uma coisa estranha, acho que não sei explicar muito bem. Mas tipo... como fazer uma resenha do livro que está dentro de livro, sabe? haha De qualquer maneira fiquei curiosa para saber como seria a continuação de Além-Mundos que Darcy está escrevendo, pois parece que ela fez um final tão fechadinho que não consigo imaginar a continuação. Mas como o Além-Mundos de Darcy é tão ficção quanto o Além-Mundos de Scott é provável que nunca aja, de fato, a continuação.
O sono era só um pedacinho da morte e eu já tinha comido a minha parte.

Enfim, a resenha já ficou gigante e mesmo assim parece que eu não falei muita do coisa do que eu queria. Além-Mundos é aquele tipo de livro que seus amigos tem que ler e comentar juntos, sabe? Da vontade de debater junto com Darcy sobre suas duvidas e certezas, e algumas vezes até falar miga, menos. Leitura maravilhosa que me fez gostar mais de Scott.

+ quotes
Se você não acreditar no que viveu, as mudanças somem, como cicatrizes.
— Serial killers são como deuses da morte do mundo moderno — explicou Kiralle. 

12 comentários:

  1. Oi Sil!!!

    ler com os amigos é sempre bom, assim a gente fala sobre a história sem dar spoilers rsrsrsrs

    Não conhecia o livro, mas vc curtiu tanto que a dica está anotada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi
    eu estava curiosa para ler uma resenha desse livro, vi muita divulgação dele e fiquei curiosa, agora eu sei exatamente sobre o que se fala e achei legal que o livro também trás a histórias escrita pelo personagem, diferente.. Nunca li nada desse autor.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Não conhecia esse livro do autor.
    Ainda tenho muita curiosidade em conhece aquela série Feios, dele.

    tenha uma ótima quinta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. Oi Sil, tudo bem?
    Eu fiquei de olho neste livro assim que ele foi lançado. Mas confesso que o número de páginas me desmotiva um pouco ;P
    Mas talvez eu ainda leia....
    Ahhh, e acho que o mercado tem muita coisa em comum, mas acho que tem muita coisa que é BEEEEEEEM diferente hehehhe
    beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiee tud bem? já li a série feios desse mesmo autor e gosto bastante da escrita dele, vi quando esse livro foi lançado mais ainda não tive oportunidade de ler.. espero que muito em breve!

    bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Sil,
    Já li livros do autor e gostei bastante, esse com certeza é livro que em breve quero conferir.
    Adorei a resenha.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    nunca li nada desse autor, mas fiquei bastante curiosa com a premissa desse livro, assim que possível vou comprar pra ler.
    Beijos :)
    sentiliterarios.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?
    Eu li Feios, do mesmo escritor e não imagina que ele poderia escrever algo assim. Apesar de tudo eu me interessei muito pelo livro e pretendo ler em breve.
    Adorei a resenha e ela ficou bem explicadinha!

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho esse livro em casa, mas não li ainda. Ele não parece meu estilo de leitura, mas quero ver se vou gostar. Com certeza serei que nem você, vou gostar mais da história da Darcy :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sillll, que saudade de passar aqui. Eu tava toda enrolada com as provas e as postagens do blog, mas agora já me organizei novamente! Hahaha

    Eu coloquei Além-Mundos na minha wishlist literária de maio, mas não pude comprar ainda. A proposta de ser duas histórias em uma é muito original e chama muito minha atenção. De fato o livro é um pouco longo, então imagino que dá pra cansar mesmo em alguns momentos.
    No Mochilão da Record falaram dele e eu fiquei ainda mais interessada. A sua resenha é a primeira que eu leio sobre o livro, e adorei conhecer um pouco mais sobre a história.
    Espero poder comprar em breve.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Silviane!
    Também recebi o livro de presente da editora, comecei a ler mas não gostei. Estava curtindo mais as passagens da Darcy, mas comecei a achar o livro por demais repetitivo. Sabe quando fica repetindo toda hora a mesma informação? Esse tipo de coisa me incomoda muito. Ai abandonei :/
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  12. Oi Silviane, tudo jóia?
    Quem leu Feios, Leviatã ou Os primeiros dias sabe como é a escrita de Scott: cativante, esperta, precisa e viciante. E quem correu para ler Além-mundos esperando por isto pode ter se decepcionado um pouco, como foi o meu caso. No começo, eu sequer diria que este tinha sido um livro escrito pelo Westerfeld, não reconhecia nada dele ali. Então eu esperei um tempo e fiquei remoendo as histórias na minha cabeça, em segundo plano, enquanto lia outros livros.
    Scott teve uma idéia e acreditou nela, assim como sua personagem Darcy, e assim nasceu Além-mundos. Nesse sentido, Scott se superou com certeza e entregou uma história que, como ele nos quis fazer acreditar, poderia ter sido escrita por uma adolescente.
    Mas não é o livro de entrada que eu recomendaria para quem quer começar a ler Westerfeld, não sei ao certo se eu sequer recomendaria...
    Beijos!

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.