20/01/2017

Resenha: Em um bosque muito escuro

TÍTULO: Em um bosque muito escuro
AUTOR (A): Ruth Ware
EDITORA: Rocco
PÁGINAS: 288

Livro cedido para resenha pela editora Rocco
A britânica Ruth Ware alcançou as listas dos mais vendidos do The New York Times, USA Today e Los Angeles Times com este surpreendente romance de estreia que chega ao Brasil pela coleção de suspense Luz Negra. Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon. 

Oi gente, bem legal estar aqui no Estilhaçando pra resenhar pra vocês, pena que agora eu to tímida por estar em local diferente UHSUAHS.

Em um bosque muito escuro é um suspense com pegadas de thriller e confesso que minhas expectativas estavam muito altas, tanto pela capa quanto pela sinopse. Sou fã do gênero e um novo livro é sempre bom. Só que essa história me causou um certo conflito, ao mesmo tempo que foi muito boa, foi muito ruim também. Em um bosque muito escuro pode ser tanto uma história muito inteligente quanto uma história muito bosta, depende de como você enxerga a situação.

Leonora é uma escritora de crimes ficcionais bem reclusa e que ao checar seu e-mail se depará com algo estranho: um convite para participar da despedida de solteiro de uma amiga com a qual não tem contato a 10 anos. Entre a curiosidade e o medo, Nora - como gosta de ser chamada agora - decide ir. 48 horas depois de muitos papos estranhos e momentos de puro constrangimento, Nora acorda numa cama de hospital depois de sofrer um grave acidente. Mas o pior não são seus arranhões ou a pancada na cabeça: ela não se lembra de nada do que aconteceu na ultima noite mas sabe que alguém morreu.

A autora seguiu a velha e boa fórmula dos suspenses. Te entrega uma personagem principal solitária e com alguma coisa no passado que tenta a todo custo esconder, personagens coadjuvantes cheios de mistérios e um pouco estranhos, ressentimentos e uma boa dose de curiosidade ao projetar uma situação problema que aqui se caracteriza pela dúvida de Nora sobre o porquê ter sido convidada para esse evento e ainda mais num lugar tão inóspito. Pra fechar com chave de ouro, um crime que não temos como saber o que aconteceu até que a personagem se lembre. O livro tem todos os elementos necessários para deixar o leitor curioso e prender sua atenção. E realmente foi isso o que aconteceu comigo, me vi querendo saber o que realmente tinha acontecido. 

O grande problema é que o livro é bem lento, apesar da escrita da autora ter um tom muito interessante, o livro de se torna muito arrastado, talvez por ser narrado em primeira pessoa e por Nora ficar remoendo muito as coisas. Pra mim, a tensão que a história devia carregar ficou um pouco de lado e deu lugar aos sentimentos conflitantes da personagem. 

A história também não apresenta nada de muito surpreendente. O grande mistério do passado se mostrou uma coisa bem normal, o que foi um pouco decepcionante pra mim. Também consegui imaginar o motivo por trás de tudo bem rápido, mas apesar disso, acho que a autora acertou em criar personagens insanos. 

Em um bosque muito escuro pode ser uma boa pedida para leitores novos no gênero ou pra quem quer uma leitura despretensiosa, para pessoas como eu que querem algo a mais, o livro pode ser uma leve decepção. 

3 comentários:

  1. Olá! Tudo bem?
    Estou voltando aos poucos com meu blog e gostaria da sua ajudinha lá comentando e seguindo, se possível.
    Não conhecia esse livro, mas me parece bem bacana.
    Beijinhos ;*
    Meu Blog -> Espinha Punk!

    ResponderExcluir
  2. Oiieee

    Uma pena que o livro tenha sido uma decepção, a sinopse até que parecia intrigante.
    Espero que as próximas leituras sejam melhores.

    Beijos

    Alice and the Books

    ResponderExcluir
  3. Oiiie! Puxa que pena que o livro não trouxe novidades. Eu achei o enredo bem interessante, caso eu leia já me preparo para a narrativa arrastada! Adorei a resenha sincera!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir


Obrigada por comentar no Estilhaçando Livros. Se você tiver um blog deixa seu link que vou retribuir a visita com o maior prazer.